Você já reparou na quantidade de dados que possui e produz?

23/6/2022
Dados de cadastros, biográficos, profissionais, financeiros e de navegação são apenas alguns exemplos de dados referentes a você que, diariamente, circulam por diversas redes e são armazenados em diferentes sistemas, dispositivos e mídias.
Infelizmente, há situações em que seus dados podem ser perdidos, indevidamente acessados ou até mesmo coletados e vendidos sem que você tenha ciência disso.
Alguns exemplos dessas situações incluem:
1. você perde o celular, computador ou mídia removível;
2. seus dados são interceptados ao trafegarem nas redes;
3. há um vazamento envolvendo seus dados;
4. suas contas de usuário e sistemas onde seus dados estão armazenados são invadidos;
5. seus dados de navegação são coletados de forma não transparente e compartilhados sem seu consentimento.
Para tentar evitar essas situações, proteger seus dados e assegurar que eles sejam tratados de forma adequada há um conjunto de mecanismos de segurança que você pode usar. Por exemplo, o uso de senhas fortes impede o acesso indevido às contas e a criptografia dificulta que seus dados sejam acessados e alterados indevidamente.
Há situações, entretanto, em que os mecanismos de segurança sozinhos não protegem seus dados; por exemplo, quando eles são passados deliberadamente a outros sem sua autorização ou são coletados sem necessidade.
Por isso, adotar uma postura preventiva, tentando reduzir a quantidade de dados fornecida por você, é essencial. Para coibir abusos, garantir seus direitos e agir adequadamente quando necessário. É importante também que você conheça um pouco da legislação vigente, como a LGPD.
Fonte: Cert.br

Se você precisa de ajuda para a Gestão de Segurança da Informação e Proteção de Dados na sua organização, pode contar com o apoio da Safecomply.
Possuímos equipe especializada e uma plataforma de GRC própria que pode apoiar a sua organização em todas as etapas de adequação as mais diversas legislações e normativos.
www.safecomply.com.br