top of page

A ANPD divulga lista de empresas investigadas por descumprimento da Lei Geral de Proteção de Dados.



Especialista alerta sobre a perda do poder da marca quando há divulgação de empresas que descumprem a LGPD.


A Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), divulgou publicamente em seu site a lista de empresas que estão sofrendo processo de fiscalização por descumprimento da Lei Federal n° 13.709/2018, conhecida como Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) . O que mais chama atenção nessa divulgação é a perda de poder das marcas das empresas privadas que integram a lista. Segue a lista completa:

  • Bytedance Brasil Tecnologia Ltda. (TikTok);

  • Serviço Federal de Processamento de Dados - Serpro;

  • Ministério da Justiça e Segurança Pública;

  • Unitfour Tecnologia da Informação Ltda;

  • Zappo Tecnologia da Informação e Publicidade Ltda-ME (Contact Pró);

  • Telegram Messenger Inc.;

  • Claro S.A.;

  • Serasa S.A.;

  • Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP);

  • WhatsApp LLC;

  • Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e Dataprev;

  • Governo do Estado do Paraná;

  • Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar);

  • Algar Soluções em TIC S.A. (Algar Telecom);

  • Secretaria Municipal da Segurança Cidadã (Sesec) do Município de Fortaleza/CE;

  • Ministério da Gestão e Inovação – Secretaria de Governo Digital;

  • Centro de Mídias da Educação de São Paulo, Descomplica;

  • Escola Mais;

  • Estude em Casa;

  • Explicaê;

  • Manga High;

  • Stoodi;

  • RaiaDrogasil S.A.;

  • Stix Fidelidade e Inteligência S.A.;

  • Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias (Febrafar).

E agora eu pergunto a você, contador, imagina você ver o nome de um cliente seu nesta lista ou nas próximas listas? Imagina agora que você foi omisso e não avisou aos seus clientes das implicações pelo não cumprimento de uma Lei Federal tão importante? Imagina ainda, o que seu cliente vai te falar, quando descobrir que você sabia que ele tinha que estar adequado à LGPD e você não o avisou?

E, por último e não menos importante, imagina toda a marca da empresa construída ao longo de muitos anos, ir por água abaixo, quando o nome da empresa do seu cliente foi divulgada? Sim, hoje em um mundo tão conectado, o “branding”, ou seja, o valor da marca da empresa do seu cliente é mais importante do que o próprio produto ou serviço que ele vende.

Branding é o processo estruturado de gestão e construção da imagem e valor de marca. Ele é muito importante para gerar conexão, despertando sensações e sentimentos memoráveis no público. São valores intangíveis, mais importantes para tomada de decisão dos clientes.

Você prefere um iPhone ou um Samsung? Provavelmente respondeu iPhone, não porque ele é melhor, eu nem acho que é, mas porque a Apple criou um Branding fortíssimo de conexão do consumidor com a marca, transformando-o em símbolo de status.

O valor da marca se perde quando o nome da empresa sai em uma lista dessas.

Como o consumidor, ou na linguagem da LGPD, o titular, vai confiar seus dados pessoais, que é o que eles têm de mais precioso, às empresas que são investigadas? Por óbvio, por todo o exposto, as empresas acima listadas perderam muito de sua atratividade e do valor de suas marcas.

Agora que você, contador, percebeu, sem sombra de dúvidas, que a Lei Geral de Proteção de Dados veio para ficar!

Então, alerte seus clientes da importância da adequação, estude sobre o tema e ofereça mais esse produto a eles. Proteção de dados é assunto sério!


Fonte: https://www.contabeis.com.br/conteudo

bottom of page